Review: Amazon Fire TV Cube — sempre ouvindo

Em fevereiro deste ano (2019), resolvi adquirir o Fire TV Cube por ele ser um 2 em 1: um set-top-box e um speaker. Achei que fosse algo mais correto do que pegar um speaker que só eu conseguiria usar relativamente bem.

Ao longo desses 3 meses, minha experiência com ele foi agradável, apesar de meu inglês ser nível OpenEnglish e a Alexa ter dificuldade de me entender. Mas no geral, foi uma ótima compra.

Nos próximos parágrafos, eu conto tudo o que achei do brinquedinho.

Disponibilidade:

Antes de tudo, devo lembrá-los que o Fire TV Cube ainda não é vendido oficialmente no Brasil. No momento em que escrevo esse review, apenas os EUA tem acesso à ele, sendo que outras partes do mundo têm que adquiri-lo de outras formas. No meu caso, Mercado Livre.

Instalação e configuração:

O Cube é um set-top-box E um speaker, ou seja, ele é a fusão entre o Fire TV e o Echo Dot. Ele é o mais novo da família, sendo lançado em 2018.

Assim como no Echo, ele tem 8 microfones, e atende com o comando Alexa. Na parte de TV, ele também tem todas as funções esperadas do Fire TV, podendo ser controlado pelo Alexa Remote Control 2th gen ou apenas por voz. Mais detalhes, adiante!

A instalação dele é absolutamente fácil: basta conectá-lo à TV com o cabo HDMI, e ligá-lo à uma tomada. Infelizmente algum idiota esqueci que no Brasil só se usa tomada de pino redondo, então tive que apelar para um adaptador de tomadas. Como o Cube só é vendido nos EUA, não tem como pedir uma versão com plug de pino redondo, que os europeus usam e é compatível com a nossa ~tomada~.

O plug é proprietário, não é USB. 😦

sdds tomada antiga. 😂

Após essa instalação, basta fazer Login na sua conta Amazon, e partir para o abraço. Ah! E se quiser usar a Alexa, você vai ter que mudar sua conta para os EUA. Mas recomendo você esperar, já que a Alexa está sendo testada no Brasil, e até no máximo fim do ano, ela será disponibilizada para todos.

Uma vez que você use o Cube como TV, todos os comandos podem ser feitos pelo Alexa Remote Control 2th gen e pela a Alexa. O Alexa Remote Control funciona com duas pilas palito (AAA).

A interface, disponível apenas em inglês, é dividida em seis menus: Início, Seus Vídeos, Filmes, Programas de TV, Apps e Configurações. Em Apps, há submenus que organiza os apps em Destaques, Games e Categorias, e neste, você vai contar recomendações de apps para viagem, música, vídeos, jogos etc.!

Usando:

Felizmente, o Fire TV Cube é muito simples de usar: é só pegar o controle que, embora seja mais sofisticado agora (comento mais em Hardware) ainda continua muito fácil de usar, e navegar no menu pelas teclas laterais e selecionar com o botão central. Minha vó ficou fascinada pelo brinquedo.

Para os falantes de inglês, é possível navegar pela interface através da Alexa, e nem é preciso ficar dizendo o nome dela o tempo todo, já que ela mantém a atividade graças ao modo conversação.

Eu prefiro usar o controle remoto, por achar mais rápido, mas se for pra ir direto em uma função, a Alexa é mais útil.

Você também pode usar o app do Fire TV para iOS ou Android, que é incrivelmente útil na hora de digitar logins, por exemplo.

Apps, games e navegadores:

Embora o FireOS seja um fork do Android criado pela Amazon, eu não recomendo a instalação de apps fora da loja da Amazon. Não é por questão somente de segurança, mas por não ser um ato soberbo. Eu fiz, e senti que o Cube começou a ficar muito lento. Após desinstalar os apks e reiniciar o Cube, magicamente ele voltou a agilidade inicial, obviamente por aqueles apps não serem adequados para ele.

Outro fator, é que muitos apps do Android exigem o Google Play Services, Services Framework e Gerenciador de Contas para funcionar a contento. E o FireOS, novamente por questões óbvias, não conversa com, ou suporta esses apks.

Sobre os games, o Fire TV Cube é farto deles. Outro dia tentei ver quantos games ele tem, e desisti depois de meia hora dando scroll down. As joias da coroa estão lá: como Asphalt 8, Sonic, Pac-Man, uma imitação de Mario, duas versões diferentes da Cross Road, Flap Birds(!!!), Hill Climb Racing e jogos de cassino em geral. Mas a imensa maioria é composta por jogos simples. Entretanto, Asphalt e Sonic exigem um joystick para serem jogados com mais conforto. Qualquer joystick Bluetooth se conecta ao Cube.

A Amazon, quando lançou o Fire TV Stick (Basic Edition) no Brasil, ainda não contava com nenhum navegador, como mencionado pelo Paulo Higa do Tecnoblog, mas ao longo de 2018, a cia trilionária por alguns minutos estava desenvolvendo um navegador experimental, que posteriormente foi lançado oficialmente como Amazon Silk.

Ele é baseado no Chromium Mobile, e é bem completo e gostoso de usar. Tem modo anônimo, permite abrir sites como mobile ou desktop e tem um modo de não rastreamento. O único defeito dele é não permitir download de coisas, o que foi bem triste quando tentei baixar umas músicas do OneDrive na memória do Cube.

Há também o Firefox, mas ele é tão simplório que dá até fadiga.

Mas…

… tudo tem um mas. Ele tem deficiência de alguns serviços. O Cube não tem Globo Play, HBO ou Telecine Play, assim como há exatamente um ano e meio quando o Stick (Basic Edition) foi lançado no país. Só os serviços principais, como Netflix, Prime Video (evidentemente), e YouTube estão lá. YouTube este que é… um Web App. Birra entre Google e Amazon que afetou a nós consumidores, mas graças a Apple com o novo app do Apple TV+, o Google e a Amazon abaixaram a bola e o app do YouTube vai voltar.

É possível que exista apps para podcast, mas nem fui procurar já que o app do Spotify (excelente, por sinal) tem podcast, e da para ouvir mesmo com conta gratuita. Tem Deezer, mas não dá para usar com uma conta gratuita, então não sei dizer o quanto ele é bom e se dá para ouvir podcast lá.

De qualquer forma, Apps de mídia que não tiverem no Cube, podem ser acessados pelo navegador Silk. Não é o ideal, mas é o que tem. Foi assim que assisti Bones e Cosmos no Claro Vídeos, aliás, outro serviço indisponível lá.

E a Alexa?

Perfeita. Funciona como promete, e faz o que é preciso. Dá previsão do tempo (no Alexa app para iOS e Android é possível configurar seu endereço), fala o trânsito mesmo não tendo um mapa aqui, tem personalidade e executa os comando rapidamente.

A função que mais gostei quando descobri, espero que tenha na versão em português, é que é possível pedir para a Alexa fazer anúncios para todos os outros Amazon Devices: você diz announcing, e diz o que você quer que outra pessoa escute em outro cômodo.

Claro, ela tem despertador e timer. Mas a música é bem chata e as outras são uma… chatice.

Também gostei de saber que se você pedir para a Alexa tocar uma música do Spotify, você pode dizer “tocar em tudo” e a música toca em todos os dispositivos ao mesmo tempo.

Aliás, a integração com o Spotify e o Apple Music é muito boa, pena que quando fui tentar voltar meu Apple Music para o Brasil, não consegui. Mas divago. 😂

Hardware:

O Cube tem um hardware bom, não é aquela coca-cola toda, mas na parte da TV não tem desempenho capenda. O meu é a versão 2019, tem um processador Quad-core de 1,5GHz possivelmente MediaTek, roda conteúdo 4k, tem 16GB de armazenamento interno, 2GB de RAM, porta HDMI, uma microSD (não serve para energizar, só para dados) para o adaptador usb e colocar um HD externo e Ethernet e uma P2 para o infravermelho.

O Alexa Remote Control 2th gen tem, além do direcional, seletor, fast-forward, play/pause e rewind, conta com liga/desliga, volume mais e menos, led e infravermelho.

ALIÁS, o Cube tem uma habilidade sensacional: ele pode controlar QUALQUER equipamento que use infrared não só pelo Remote Control, mas também por voz. Ele controla minha TV de tubo(!!!!!). Através do Controle de Equipamentos, você pode configurar para controlar sua TV. Se sua TV tiver suporte para ser controlada por HDMI, nem precisa usar o infrared, e o Cube vai poder controlar os outros dispositivos conectados por outras portas HDMIs da TV.

O Cube vem também com um adaptador, que você conecta à USB do Cube, e pode usar um cabo Ethernet se seu Wi-Fi não estiver legal. O Cube também aceita HDs externos, o que ajuda bastante para acessar conteúdo da Lojinha do Paulo Coelho.

Junto vem um extensor infravermelho, para ser alocado em lugares distantes, onde um blu-ray (quem usa isso hoje?) ou soundbar possa estar. A parte desagradável de tudo isso, é que na caixa do Cube não vem… o cabo HDMI. Isso mesmo, a Amazon coloca um adaptador Ethernet, mas não o mais essencial, que é o cabo HDMI.

Poxa, Amazon…

Conclusão:

“ah, mas vale a pena?”, totalmente. Ele não só vai ser útil pra dar vida nova para sua TV mais antiga, como também vai controlar sua casa e até mesmo te acordar com a função despertador.

O maior inconveniente é que se você quiser tê-lo, vai ter que usar Mercado Livre ou importar de outra forma. No Mercado Livre você encontra entre 600 à 900 reais, importado deve ser pouco acima de 900.

E vai valer ainda mais apena nos próximos meses, quando a Alexa vai finalmente falar nosso idioma.

Publicado por Ward'z de Souza

Ator, apresentador, geek, locutor, colunista DRT 0050804/SP Um dos 7 bilhões de experts em fotografia ;·) Anime, mangá, 📺, 📻, cultura do 🇯🇵🇬🇷🇮🇹 🌏.

5 comentários em “Review: Amazon Fire TV Cube — sempre ouvindo

  1. muito bom review! Eu peguei um Cube esse final de semana, mas nao consigo fazer a Alexa responder a comando nenhum. Mudei o endereço de minha conta da Amazon para os EUA, mas mesmo assim nada. Tem alguma dica??

    Curtir

    1. Olá JFreias.

      Para fazer uma mudança completa, você precisa acessar a Amazon.com (sem o br), fazer Login com sua conta, ir em settings, your devices and contents manege device, preferences e em country/region settings mudar para os EUA. Ele vai pedir também que você mude o local de compra de conteúdos do Kindle. Aceite!

      Não é necessário resetar o Cube, geralmente um simples restart é mais que o suficiente. 🙂

      Para que a Alexa diga o clima do seu endereço, é fundamental baixar o app da Alexa, se você não conseguir, pode acessar o Alexa.amazon.com do navegador em modo desktop e fazer as alterações por lá. 😉

      Curtido por 1 pessoa

      1. Lembrando que você ainda pode comprar normalmente na Amazon.com.br acessando pela URL nacional.

        Só lembre-se de olhar se o endereço é br, se não vai enviar lá para os EUA. 😂

        Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para J Freitas Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: